Notícias

Veja as novidades sobre a Mediação Imobiliária e alguns conselhos que poderá usar na altura de compra, aluguer ou venda do seu imóvel.

Casas para comprar: onde é que os preços mais sobem no mundo?

Preços das casas em Lisboa subiram 10,9% no segundo trimestre de 2022. E no Porto, as casas ficaram 12,9% mais caras, diz estudo.

inflação está em alta e reflete-se em todos os setores, como é o caso do imobiliário. Mas há cidades do mundo onde os preços das casas têm crescido mais e outras menos. Em Istambul, na Turquia, os preços das casas deram o salto de 184,9% entre o segundo trimestre de 2021 e o mesmo período de 2022, aponta o Knight Frank Global Residential Cities Index, que reúne as 150 maiores cidades do mundo. Já em Lisboa os preços das casas subiram 10,9% entre estes dois momentos. E no Porto, as casas ficaram 12,9% mais caras. Fica a conhecer como variam os preços das casas nas diferentes cidades do globo.

Subida dos preços das casas pelo mundo

Quem lidera o ranking de maiores subidas dos preços das casas são três cidades turcas: Istambul (184,9%), Ancara (165,4%) e Izmir (150,9%). Estas são as únicas cidades que constam no índice da Knight Frank que registaram aumentos entre o segundo trimestre de 2022 e o período homólogo superiores a 100%. De notar que a Turquia tem sido fortemente afetada pela inflação, que passou a barreira dos 80% em agosto, segundo dados oficiais.

Os outros países que compõem o top10 deste ranking registaram uma subida de preços das habitações entre 34,0% e 25,6%, em destaque para a presença das cidades norte-americanas: Miami, Dallas, Phoenix e Atlanta.

Tendo em conta as subidas dos preços das casas registas nos 150 países, a consultora internacional dá nota que as casas estão, em média, 11,7% mais caras neste período. No último trimestre, a subida dos preço das casas num cenário geral foi de 11,5% (menos 2 pontos percentuais).

  • Como varia o preço da habitação pela Europa?

A primeira cidade europeia a aparecer nesta lista é Talín, a capital da Estónia. Surge na 8ª posição, registando um aumento de 29,5% dos preços das casas. Logo a seguir estão as cidades de Bratislava, Eslováquia, e Reykjavik, na Islândia, com aumentos acima de 22%.

É preciso recuar à 44ª posição para encontrar uma cidade portuguesa: é aqui que surge o Porto, onde as casas ficaram 12,9% mais caras neste período. Já Lisboa aparece só no 60º lugar, registando um aumento dos preços das casas de 10,9%.

Entre as outras cidades europeias destaca-se Berlim, onde os preços das casas subiram 11,7%, Madrid (9,5%) Valência (8,6%), Barcelona (6,1%), Londres (6,3%) e Paris (2,9%).

 

Comprar casa está mais caro

Pexels

Há cidades onde os preços das casas estão a cair

Com o atual contexto de inflação e de subida dos juros, já há economistas a prever uma descida dos preços das casas. O próprio Banco Central Europeu (BCE) considera que com a subida dos juros em um único ponto percentual é suficiente para fazer cair os preços das casas até 9% nos próximos dois anos – isto tendo em conta o período de baixos juros anterior a este cenário.

Para já, o ranking da Knight Frank mostra que 138 das 150 cidades analisadas registaram subidas dos preços das casas nos últimos 12 meses (contra 142 no último trimestre). E,destas, os preços subiram mais de 10% em 66 cidades – no último trimestre foram 64.

Por outro lado, em 12 cidades foram registadas quedas nos preços das casas. A maior descida foi registada em Wellington, na Nova Zelândia, de 12,2%. Entre estas cidades há várias italianas, como Florença, Veneza e Génova, com quedas entre 0,3% e 1,9%.

 

Subida dos preços das casas

Knight Frank

Fonte ImoLeite: https://www.idealista.pt/news/imobiliario/internacional/2022/09/21/54168-casas-para-comprar-onde-e-que-os-precos-mais-sobem-no-mundo#at_medium=email&at_emailtype=retention&at_campaign=1059&at_creation=news_daily_20220922&at_send_date=20220922&at_link=m-3-titular-node-54168&at_recipient_id=620%7B(usercontactsid)%7D&at_recipient_list=3&utm_medium=email&utm_campaign=1059&utm_term=m-3-titular-node-54168 (23.09.2022)

NÃO PERCA NENHUMA OPORTUNIDADE
Subscreva a nossa Newsletter
Subscreva!

CONTACTE-NOS