Notícias

Veja as novidades sobre a Mediação Imobiliária e alguns conselhos que poderá usar na altura de compra, aluguer ou venda do seu imóvel.

Preços das casas não param de subir. Em Lisboa e no Porto sobem 40% em apenas dois anos

Lisboa e Porto continuam a ser as duas cidades do país onde é mais caro comprar casa. E os preços não dão sinais de abrandamento. Em dois anos, dispararam 38% no Porto e 43% em Lisboa.

Se em Portugal é difícil encontrar cidades onde os preços das casas estejam a diminuir, em Lisboa e no Porto nem freguesias se encontram. As duas maiores cidades do país são também aquelas onde é mais caro comprar casa — e cada vez mais, segundo os dados divulgados, esta quinta-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). No terceiro trimestre do ano passado, o preço mediano do metro quadrado das casas vendidas na capital foi de 2.877 euros, o equivalente a quase o triplo do preço mediano nacional, e só na freguesia do Parque das Nações se assistiu a uma ligeira quebra. No Porto, o valor das casas está nos 1.525 euros por metro quadrado, também muito acima do valor nacional, e não há qualquer freguesia onde os preços tenham caído no terceiro trimestre. Em ambos os casos, os preços estão cerca de 40% mais elevados do que estavam dois anos antes.

Lisboa continua a ser a cidade mais cara do país para comprar casa — e a diferença de preços é cada vez maior. No segundo trimestre de 2018, comprar casa na capital custava 2,8 vezes mais do que a mediana nacional. No terceiro trimestre, a diferença já era de 2,9 vezes. As disparidades agravam-se quando se olha para os municípios mais baratos: uma casa em Lisboa custa 22 vezes mais do que em Pampilhosa da Serra, a cidade mais barata do país.

Mesmo dentro do município de Lisboa, a amplitude de preços é grande. Se em Santa Clara (na zona Norte da cidade) o metro quadrado custa 1.927 euros, em Santo António (onde fica a zona do Marquês de Pombal e da Avenida da Liberdade), já custa 4.532 euros. Seja como for, em quase todos os casos — à exceção do Parque das Nações, a única freguesia onde se registou uma redução dos preços das casas, de 1,9% — os preços estão a aumentar a ritmo acelerado.

Feitas as contas, o preço mediano de 2.877 euros por metro quadrado registados no terceiro trimestre de 2018 no município de Lisboa representa mais 43,5% do que os 2.005 euros por metro quadrado que se registavam no terceiro trimestre de 2016. Em termos anuais, o aumento foi de 24%.

 

O mesmo acontece no Porto. É a segunda cidade mais cara do país para comprar casa e o ritmo de crescimento dos preços também não dá sinais de abrandamento. Neste caso, não há mesmo qualquer freguesia onde o valor do metro quadrado tenha caído no terceiro trimestre do ano passado, havendo também grandes diferenças entre as várias zonas. Em Campanhã, o preço do metro quadrado é de 986 euros; na União das freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, é de 2.250 euros.

Já considerando todo o município do Porto, o preço do metro quadrado atingiu os 1.525 euros no terceiro trimestre do ano passado, o que representa um aumento de 38,8% em relação aos preços do terceiro trimestre de 2016. No espaço de um ano, os valores subiram 21,6%.

 

Fonte ImoLeite: https://eco.sapo.pt/2019/01/31/precos-das-casas-nao-param-de-subir-em-lisboa-e-no-porto-sobem-40-em-apenas-dois-anos/ (12.02.2019)

NÃO PERCA NENHUMA OPORTUNIDADE
Subscreva a nossa Newsletter
Subscreva!

CONTACTE-NOS